quarta-feira, 1 de maio de 2013

Enquanto isso, lá na roça...

Bordados e costurices parados esta semana. Fomos pro sítio na segunda, cedinho. Muuuuuuito serviço por lá, como sempre. Mais, muito mais pro maridão do que pra mim, heheh. Lá já está bem friozinho à noite.
Hoje pela manhã, antes das 6h, cheguei na janela e fotografei a realeza - Rainha, Princesa e Delegado, heheheh.

Tomando conta de tudo, o Lord. Tem só 6 meses, um filhotão, mas está dando conta do recado.

Maridão chamou pra irmos lá no alto do terreno, queria ver como estava a cerca de arame farpado. Não levei a máquina. É bastante íngreme para subir pelo quintal, então demos uma volta grande, atravessamos o sítio vizinho, pegamos uma estradinha com eucaliptos dos dois lados, rodamos por alguns minutos e chegamos lá. É bem alto, mas a vista lá de cima é uma beleza! Da próxima vez que for vou levar a máquina pra registrar. É lindo! Fica no fundo do quintal, depois desta matinha aqui, bem lá em cima.

Tem muita coisa plantada lá no sítio, mas estamos plantando mais algumas. Entre árvores e frutas, já vai pra mais de 500 mudas plantadas. Algumas morreram, outras cabritos e bois dos vizinhos comeram, mas muitas estão pegadinhas, crescendo. Compramos muitas dessas mudas, fizemos muitas, e ganhamos várias também.
Dentre as que ganhamos está o feijão andu. Ganhei as vagens de um senhor da igreja de minha irmã, em Cariacica, no Espírito Santo, em julho de 2012. Olha só como cresceram! Já estão com flores. Não sei quanto tempo leva pra formar as vagens, mas estou ansiosa pra comer aquele feijãozinho gostoso!

Temos cana lá na roça, mas estas mudinhas aqui são especiais. Ganhei da minha amiga Perpétua.

De Aimorés trouxemos esta muda de none, doada pela Marli, vizinha de minha sogra.

A Mírian, minha irmã, me deu esta muda de urucum. Está enorme!

Tem gente que não conhece este tempero aqui. Parece cebolinha, mas é o alho de cheiro. Ganhei a primeira mudinha de minha cunhada Ana Maria. Levei mudas pro sítio, e olha só com está lindo!

A Dona Maria Jacó, prima de meu sogro, me deu uma mudinha de alecrim.

E essas aqui eu trouxe de BH, doadas pela minha filha Renata.
Esta é a couve manteiga, bem mais macia que a antiga que tenho lá.

Eu nunca tinha visto um pé de sálvia. Dá uma olhadinha, Renata. Veja como cresceu!

E o manjericão também. Eu já tinho muito do outro, da folha macia e mais clarinha, que uso como salada. Desse roxinho eu não tinha. Esta bonitão também.

Agradeço de coração a todos vocês que contribuíram com essas mudas.
Quero conseguir uma muda de cuia. Já ganhei uma vez, quando morava em Lagoa Santa, doada pela Tia Morena, tia da minha cunhada Raquel. A mudinha estava bem pegadinha, aí eu viajei por 2 semanas, e quando voltei ela tinha secado. O caseiro não a molhou durante minha viagem.
Por hoje é só. Numa outra postagem vou mostrar mais algumas plantinhas de lá.

Um abraço carinhoso, e que Deus abençoe a todas vocês.

5 comentários:

Simone Felic disse...

amei seu cantinho e mais ainda seu sito é muito gostoso acalma, o silencio, passarinhos cantando , revigora nossas forças.
dá uma passadinha no meu também segue.

bjs

http://eueminhasplantinhas.blogspot.com.br/

Vida no Campo disse...

Oi Olinda tudo bem menina ,lindo seu sitio ,adoro essa vida,beijos bom final de semana

♥ Yolanda ♥ disse...

Hi Olinda, what beautiful plants and herbes you have there and they grow in the wild, wow!!
I hope you have a happy time in your part of the world. Season is changing to spring at last. Finally we get to see the sun again, after such a cold and very long winter, bbrr.
I hope to read some more of your stories in the near future.
Hugs Yolanda

Regina Melo-Jocknevich disse...

Olá Olinda, tudo bem com você?
Que paraíso esse sítio seu - que você e sua família tenham momentos inesquecíveis e alegres por lá. Realmente uma maravilha, senti até aqui o arzinho fresco e rejuvenescedor da manhã :)

ps: vi seus bordados na outra postagens e estou encantada com eles, são lindos demais.

Vinícius Silva disse...

amei teu blog...