domingo, 9 de março de 2014

Enquanto isso, lá na roça...

Tinha mais de um mês que eu não ia ao sítio, e ontem fui lá. Tem várias árvores de uma florzinha lilás espalhadas pelo terreno, que eu ainda não tinha observado, e não sei o nome. Essa aqui está logo na entrada, perto da porteira, mas do lado do nosso vizinho.

Tem uma jaqueira na entrada também.

Uma das jacas colhidas nessa jaqueira.

E aqui um exagero de batata-doce. Nunca tinha visto uma tão grande. Meu marido me pediu pra perguntar pro Dr. Google, o Sabe-Tudo (heheh) se tem jeito de congelar. Ainda não perguntei... Um outro pedaço que estava separado eu cortei bem fininho e fritei. Estava muito boa, sequinha, sequinha!


Um abraço carinhoso, e que Deus abençoe a todas vocês.


2 comentários:

Teresa Aparecida de Aquino Soranso disse...

Detesto jaca, mas amo batata - doce!!! bjs

Olinda disse...

Oi Teresa,
Tem 2 tipos de jaca, a mole e a dura. Tem gente que gosta de uma e da outra não. Eu gosto das duas...
E já fiz um docinho, mas prefiro a fruta mesmo.
Abração,
Olinda.